Cultura

Larissa Luz e Margareth Menezes se apresentam juntas e falam sobre a importância da mulher negra ocupar espaços

06 de Janeiro de 2020 às 16h08 - Por: Rafael Albuquerque Foto: Reprodução
[Larissa Luz e Margareth Menezes se apresentam juntas e falam sobre a importância da mulher negra ocupar espaços]

Artistas se apresentaram no projeto Padrinhos da Música

Aconteceu neste domingo (5) a segunda edição do projeto Padrinhos da Música no Trapiche Barnabé, no bairro do Comércio, em Salvador. A iniciativa promove o encontro entre artistas da nova geração da música baiana, que convidam cantores, músicos e compositores que são suas referências artísticas para subirem juntos ao palco. Na oportunidade, a cantora Larissa Luz brindou o público com um repertório frenético, que não deixou ninguém parado. A artista recebeu no palco Margareth Menezes, a quem chamou de madrinha. Juntas elas cantaram sucessos como "Elegibô", "Faraó" e "Toté de Maianga", além da inédita "Capoeira Mundial". 

Em entrevista ao PNotícias, a ex-vocalista do AraKetu comentou com entusiasmo: "É bom esse reconhecimento, as pessoas vibrando juntas e mandando energia de volta. É relevante que a gente faça um balanço de tudo que a gente viveu e hoje a gente constate que estamos em ascensão, que não paramos e não pararemos. Continuaremos galgando espaços pra ter tudo que temos direito, tudo que nos foi usurpado. Hoje foi um dia de celebração, de comemoração, de troca muito intensa. Mulheres negras juntas, de gerações diferentes, vivendo coisas em comum. Estamos na luta, foi um grande recado e uma grande experiência". 

Larissa ressaltou que foi "um dia histórico, muito emocionante", e teceu elogios acerca da participação de sua 'madrinha': "Senti que Maga estava vibrando na mesma sintonia que eu, de um lugar de muita conquista. Como eu falei no meu penúltimo disco, é como se a gente tivesse fincando uma bandeira dizendo 'território conquistado, sobrevivemos até aqui, e temos vozes, reconhecimento'". 

A jovem cantora, que também é atriz e se destacou interpretando Elza Soares em musical no teatro, explicou ao PNotícias o motivo de ter escolhido Margareth: "Escolhi porque ela representa tudo isso que eu acabei de falar, de resistência, de quem enfrentou todas as dificuldades que o sistema impõe, e continua resistindo e fazendo história, gritando pro mundo essa força. Me identifico muito com isso e sempre tive ela como referência disso, e referência artística também. Sempre a muito Rock and Roll, muito forte, visceral, fazendo tudo com muita alma, com muita vontade, garra e energia. Ela é Bahia, é mulher, é preta, é resistência, é música ancestral, é música do futuro". 

Ovacionada pelo público, Margareth Menezes também falou ao PNotícias sobre a experiência de participar do encontro: "Muito bacana, muito legal. A tecnologia com o som vivo. A tendência agora é essa mesmo e minha geração vem se adaptando a isso. Vejo cantoras como Luedji, Larissa, Xênia, as meninas com pensamentos, palavras, poesias que dizem respeito à realidade delas, comunicando. Ser artista já uma coisa política, naturalmente você já é político. Não precisa politizar, mas você tá ali transmitindo a realidade da sua geração. São grandes artistas e eu tô muito feliz de ver elas aqui, assim como outras que surgiram no Brasil".

Maga alertou para as dificuldades enfrentadas pelos artistas negros e citou a importância de celebrar as conquistas: "Tem o problema da questão racial, tem. Mas vida de artista também é isso, não existe facilidade. Quem vem da periferia não tem facilidade. Eu tô com 32 anos de carreira e continuo lutando, me adaptando e aberta pra poder me comunicar. Acho que é uma vitória do povo negro, das mulheres negras. A gente não pode só reclamar dificuldade, mas também celebrar a nossa vitória, porque senão fica parecendo que a gente não conquistou nada. A gente tá cada vez mais conquistando espaço", salientou. 

A cantora falou sobre o convite e fez questão de elogiar a afilhada: "Foi demais porque a Larissa me ligou com um jeitinho muito massa de falar. É uma grande honra ser madrinha. Eu vi Larissa começando com o AraKetu, muito tímida ainda. Cantar em trio não é fácil. Ela já fez participação comigo no trio na Barra. Vi o momento que ela rompeu, e foi massa, a gente conversou. É uma menina contemporânea, com a cabeça pop. Tinha que pegar o caminho dela e foi isso que ela fez. Não é fácil, mas quando você tem foco, tem direção, você alinha e a coisa acontece. Ela tá surpreendendo também no teatro. Tem uma estrada bonita pela frente. Espero que ela preserve e continue", finalizou. 

A cantora Luedji Luna também se apresentou no evento e contou com participação de diversos rappers e do seu convidado especial, o cantor Lazzo Matubi. O Padrinhos da Música, uma ação da Maré Produções Culturais e da Movida Conteúdo, na qual shows e trocas musicais se convertem numa série audiovisual, que será disponibilizada na web.

Comentários

Outras Notícias

[Deusa do Ébano denuncia falta de apoio ao Ilê Aiyê: “Precisamos de ajuda para nos engrandecer”]
Cultura

Deusa do Ébano denuncia falta de apoio ao Ilê Aiyê: “Precisamos de ajuda para nos engrandecer”

10 de Fevereiro de 2020

Gleicielle Teixeira foi eleita neste sábado (8), na 41ª Noite da Beleza Negra

[Adelmario Coelho e Estakazero estreiam projeto multicultural “Santo Forró” na Chapada Diamantina]
Cultura

Adelmario Coelho e Estakazero estreiam projeto multicultural “Santo Forró” na Chapada Diamantina

05 de Fevereiro de 2020

Evento será realizado na cidade de Lençóis

[Produtora do Ilê Aiyê afirma que “Noite da Beleza Negra” pode acabar por falta de recursos]
Cultura

Produtora do Ilê Aiyê afirma que “Noite da Beleza Negra” pode acabar por falta de recursos

07 de Janeiro de 2020

"Sério risco de a Beleza Negra não mais acontecer" diz Val Benvido

[Larissa Luz, Margareth Menezes, Luedji Luna e Lazzo Matumbi fazem show inédito no Trapiche Barnabé]
Cultura

Larissa Luz, Margareth Menezes, Luedji Luna e Lazzo Matumbi fazem show inédito no Trapiche Barnabé

03 de Janeiro de 2020

Evento promove encontro de vozes negras

[Virada Sustentável acontece neste fim de semana em Salvador ]
Cultura

Virada Sustentável acontece neste fim de semana em Salvador

06 de Novembro de 2019

Evento gratuito ocorre em 50 espaços da cidade e conta com mais de 300 atividades

[Forte da Capoeira recebe vernissage exposição coletiva “Memórias do Cárcere“]
Cultura

Forte da Capoeira recebe vernissage exposição coletiva “Memórias do Cárcere“

14 de Outubro de 2019

Evento terá início no próximo dia 19

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Assaltante beija idosa durante roubo à loja no Piauí]

Assaltante beija idosa durante roubo à loja no Piauí

18 de Outubro de 2019

Ver todos os vídeos