Geral

Sindicato dos Jornalistas exige retratação do governo sobre ‘detenção’ de jornalistas da revista Veja

14 de Fevereiro de 2020 às 16h24 - Por: Redação PNotícias (@portalpnoticias) Foto: Divulgação
[Sindicato dos Jornalistas exige retratação do governo sobre ‘detenção’ de jornalistas da revista Veja]

Repórteres abordados pela Polícia Militar investigavam morte de miliciano na Bahia

Após a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) esclarecer a detenção dos jornalistas da revista Veja nesta quinta (14), o Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) emitiu uma nota repudiando a situação vivida pelos profissionais da área. No texto, o Sinjorba exige retratação por parte do Estado explicando que “os dois jornalistas da revista Veja, Hugo Marques e Cristiano Mariz, estavam em pleno e livre exercício profissional” quando foram abordados pelos policiais militares.

A nota reforma que a liberdade no trabalho da imprensa é garantida pela Constituição Brasileira e afirma que “o ocorrido com os dois jornalistas da Veja só ajuda a alimentar as suspeitas de que há mais a se informar do que foi até agora revelado”.

Leia a nota emitida pelo Sindicato dos Jornalistas da Bahia:
“O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) manifesta veemente repúdio pela prisão, nesta sexta (14), de dois jornalistas que apuravam as circunstâncias da morte do ex-capitão Adriano da Nóbrega, acusado de ser chefe da Milícia Escritório do Crime, após ‘confronto’ com a Polícia Militar da Bahia, em Esplanada (BA), domingo passado. 
Os dois jornalistas da revista Veja, Hugo Marques e Cristiano Mariz, estavam em pleno e livre exercício profissional e se identificaram quando abordados pela viatura da PM-BA. Mesmo assim, foram conduzidos a uma delegacia e tiveram o gravador de trabalho inspecionado, antes de sua devolução, em claro sinal de intimidação a consecução de suas tarefas.  
A Constituição do Brasil garante a liberdade no trabalho da imprensa, preceito magno que vem sendo atropelado pelas autoridades de Segurança Pública. Vivemos um quadro de clara intimidação a quem tenta cumprir o papel social do jornalismo: informar os fatos, de forma transparente e responsável, aos cidadãos brasileiros. 
Uma morte cujas circunstâncias e motivações são cercadas de dúvidas impõe que o trabalho da imprensa seja livre de sanções, para um melhor acompanhamento das investigações e divulgação dos fatos. O ocorrido com os dois jornalistas da Veja só ajuda a alimentar as suspeitas de que há mais a se informar do que foi até agora revelado.  
O Sinjorba exige do Governo do Estado uma retratação e, sobretudo, uma mudança de postura dos agentes policiais para que cessem os abusos contra o trabalho da imprensa na Bahia.”

Comentários

Outras Notícias

[Vídeo: mãe descobre ao vivo na TV que filha foi assassinada e desmaia; 'Cidade Alerta' é detonado na web]
Geral

Vídeo: mãe descobre ao vivo na TV que filha foi assassinada e desmaia; 'Cidade Alerta' é detonado na web

18 de Fevereiro de 2020

Caso gerou comoção por parte dos telespectadores

[Jovem que ficou tetraplégica após ‘pegar jacaré’ volta a andar]
Geral

Jovem que ficou tetraplégica após ‘pegar jacaré’ volta a andar

18 de Fevereiro de 2020

Acidente aconteceu em janeiro de 2019, em Ilhabela (SP)

[Caminhoneiros protestam no porto de Santos afetando transporte de produtos]
Geral

Caminhoneiros protestam no porto de Santos afetando transporte de produtos

17 de Fevereiro de 2020

Informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do terminal portuário

[Vídeo: adolescente de 17 anos é assediada por motorista de Uber e denuncia nas redes sociais]
Geral

Vídeo: adolescente de 17 anos é assediada por motorista de Uber e denuncia nas redes sociais

17 de Fevereiro de 2020

Mulheres relataram situações semelhantes com o mesmo condutor

[Homicídios diminuíram 21,1% de janeiro a outubro de 2019 no país]
Geral

Homicídios diminuíram 21,1% de janeiro a outubro de 2019 no país

17 de Fevereiro de 2020

Dados foram divulgados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública

[Heineken inicia recall após problema em garrafas que podem soltar lascas de vidro]
Geral

Heineken inicia recall após problema em garrafas que podem soltar lascas de vidro

15 de Fevereiro de 2020

Problema foi identificado em garrafas long neck de 330ml

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Assaltante beija idosa durante roubo à loja no Piauí]

Assaltante beija idosa durante roubo à loja no Piauí

18 de Outubro de 2019

Ver todos os vídeos