Justiça

Roberto Barroso nega transferência de líder do PCC de Brasília

20 de Fevereiro de 2020 às 17h42 - Por: Agência Brasil Foto: Fernando Frazão | Agência Brasil
[Roberto Barroso nega transferência de líder do PCC de Brasília]

DF disse que manutenção de líderes de facções prejudica a segurança

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso negou, hoje (20), o pedido do governo do Distrito Federal para proibir a transferência de líderes de facções criminosas para o Presídio Federal de Brasília.

O pedido foi feito na semana passada pelo governador Ibaneis Rocha. No dia 22 de março de 2019, quatro líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram transferidos da Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia, para a Penitenciária Federal em Brasília, perto do Presídio da Papuda. Além de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, integram o grupo Cláudio Barbará da Silva, Patrik Wellinton Salomão, e Pedro Luiz da Silva Moraes, o Chacal.

O governo do DF argumentou que a manutenção de líderes de facções em Brasília prejudica a segurança da população local e coloca em risco "as mais altas autoridades da República e as representações diplomáticas estrangeiras".

Ao analisar a questão, Barroso entendeu que não há ilegalidade na transferência de presos para presídios federais. Além disso, uma nova transferência do líder do PCC para outro presídio poderia fomentar uma operação de resgate e colocar em risco agentes de segurança e a população.

O ministro disse que há risco de danos econômicos com a transferência. “Como aponta a União, a transferência de presos, sobretudo daqueles que possuem alta periculosidade, pressupõe logística especial. Realizar a retirada dos presos para, eventualmente, trazê-los de volta ao fim da ação implicará um alto custo econômico", entendeu o ministro.

Em 7 de fevereiro, militares das Forças Armadas reforçaram a segurança do Presídio Federal em Brasília. O emprego das Forças Armadas, na operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), para proteger o perímetro do presídio de segurança máxima foi pedido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e autorizado por meio do Decreto nº 10.233.

Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a ação tem caráter preventivo e se soma a uma série de medidas conjuntas que vêm sendo adotadas para “manter elevado nível de segurança do local onde estão isolados integrantes de organizações criminosas”. A medida terá validade até 6 de maio.

Comentários

Outras Notícias

[Justiça determina que iFood e Rappi paguem salário mínimo a entregadores afetados por coronavírus]
Justiça

Justiça determina que iFood e Rappi paguem salário mínimo a entregadores afetados por coronavírus

06 de Abril de 2020

Liminar beneficia colaboradores que fazem parte do grupo de risco da doença

[Governo divulga calendário de pagamento do PIS/Pasep; confira]
Justiça

Governo divulga calendário de pagamento do PIS/Pasep; confira

03 de Abril de 2020

Veja lista completa de pré-requisitos para recebimento do abono

[Senado obriga empresas de aplicativos a reduzir valor cobrado de motoristas]
Justiça

Senado obriga empresas de aplicativos a reduzir valor cobrado de motoristas

03 de Abril de 2020

Regras contratuais foram suspensas devido à pandemia do coronavírus

[Toffoli defende saída “diagonal” para isolamento por novo coronavírus]
Justiça

Toffoli defende saída “diagonal” para isolamento por novo coronavírus

03 de Abril de 2020

Presidente do STF fala em retorno gradual de trabalhadores

[Tribunal Regional do Trabalho faz primeira sessão virtual de julgamento]
Justiça

Tribunal Regional do Trabalho faz primeira sessão virtual de julgamento

28 de Março de 2020

Período de julgamento no ambiente virtual terá duração de cinco a dez dias úteis

[Justiça suspende decreto de Bolsonaro que incluiu igrejas e lotéricas como
Justiça

Justiça suspende decreto de Bolsonaro que incluiu igrejas e lotéricas como "serviços essenciais" durante a quarentena

27 de Março de 2020

Decisão vale para todo o país

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Assaltante beija idosa durante roubo à loja no Piauí]

Assaltante beija idosa durante roubo à loja no Piauí

18 de Outubro de 2019

Ver todos os vídeos