Polícia

Vídeo: Enfermeira é agredida após constar irregularidades em cartão de vacina contra Covid-19

13 de Junho de 2022 às 07h37 - Por: Redação PNotícias Foto: Reprodução // Redes Sociais
[Vídeo: Enfermeira é agredida após constar irregularidades em cartão de vacina contra Covid-19]

Caso aconteceu neste sábado

Uma enfermeira que atua na vacinação contra Covid-19 foi agredida por duas mulheres neste sábado (11), após questionar irregularidades no cartão de vacina de uma criança levada para receber a segunda dose do imunizante. O caso aconteceu na Unidade Básica de Saúde Manoel Vitorino, no bairro de Brotas, em Salvador.

Leia também:

SineBahia oferece 223 vagas nesta segunda-feira

Mugni valoriza resultado longe de Salvador: "A gente se cobrava muito"

Segundo a profissional de saúde, identificada como Maíra Porto, a paciente tinha dois cartões, cada um com uma vacina e um local de vacinação diferente e um dos documentos estava com informações incompletas.

A enfermeira disse ao iBahia que tentou resolver o problema e solicitou as mulheres, que se apresentaram como mãe e tia da criança, aguardassem até que ela e o resto da equipe verificasse ao certo qual era o imunizante que a paciente tinha tomado na primeira dose, mas elas ficaram exaltadas.

“Quando eu voltei e falei para aguardar, porque solicitei correção, ela começou a se alterar: ‘Eu vou ficar quanto tempo?’. Eu disse: ‘Não posso precisar, mas vai ser resolvido, sua criança não vai sair sem tomar vacina’. Então, a mãe começou a ficar mais nervosa: ‘Você é uma incompetente'”, contou a enfermeira.

Logo após, Maíra relata que a tia da criança se apresentou como médica e disse que ela deveria aplicar qualquer uma das duas vacinas, como se fosse a primeira dose. “Ela disse: ‘Você vai fazer assim, você vai desconsiderar e vai aplicar a segunda dose como se fosse primeira'”.

A enfermeira, então, teria explicado que não poderia fazer dessa maneira, pois, estaria quebrando o protocolo do Ministério da Saúde e cometendo um crime.

Nesse momento, segundo a vítima, as mulheres teriam ficado ainda mais nervosas. Maíra as conduziu para a sala da gerência do posto, para tentar solucionar o problema. Chegando no local, as agressões iniciaram.

Veja o vídeo:

 

“A mãe tomou o cartão, rasgou todo e falou: ‘Se isso aqui era o problema, você vai fazer outro e considerar só uma’. Já a suposta médica estava muito exaltada. Ela esmurrou a mesa umas cinco veze e começou a gritar”, contou Maíra.

“Quando a médica tentou tomar o cartão, a irmã dela pulou em cima de mim, puxando o cabelo, a orelha. Quando a médica viu, ela pulou em mim também. Ficaram as duas em mim. Me deram tapas, puxaram meu cabelo”, completou.

A enfermeira disse que a gerente tentou ajudar, mas as agressões só terminaram quando um agente de saúde e o marido de uma das agressoras entraram na sala e conseguiram tirar as duas do local.

Depois da situação, a Polícia Milita esteve no local e conduziu a vítima e as duas suspeitas para a Central de Flagrantes, na região do Iguatemi, onde o caso foi registrado. Maíra informou que realizou o exame de corpo de delito ainda no sábado, depois de prestar depoimento.

Já as duas mulheres foram ouvidas e liberadas após assinarem um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), de acordo com a Polícia Civil, que segue investigando o caso. Através de nota, a PC disse que o TCO será encaminhado para o Juizado Especial Criminal.

Através de um comunicado, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse que “lamenta profundamente e repudia as agressões verbais e físicas sofridas pela enfermeira”.

A pasta informou ainda que “tal atitude é injustificada, sobretudo se tratando de profissional que se dedica a cuidar do próximo”, e ressaltou que desacato a funcionário público durante exercício da função ou em ração dela é crime previsto no artigo 331 do Código Penal, com detenção de seis meses a dois anos, ou multa.

Siga o PNotícias no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Comentários

Outras Notícias

[Estudante de 12 anos é raptada em frente a colégio de Salvador e estuprada por quatro pessoas]
Polícia

Estudante de 12 anos é raptada em frente a colégio de Salvador e estuprada por quatro pessoas

11 de Agosto de 2022

Suspeitos teriam levado menina à força até estabelecimento comercial do bairro

[Professor de matemática é acusado de oferecer R$ 50 para alunas irem ao motel com ele]
Polícia

Professor de matemática é acusado de oferecer R$ 50 para alunas irem ao motel com ele

10 de Agosto de 2022

Caso aconteceu em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro

[Menina de 6 anos é assassinada por dívida de R$ 85 mil]
Polícia

Menina de 6 anos é assassinada por dívida de R$ 85 mil

10 de Agosto de 2022

Crime aconteceu em julho deste ano

[Homem morre durante tentativa de assalto a policial militar no bairro do Cabula]
Polícia

Homem morre durante tentativa de assalto a policial militar no bairro do Cabula

10 de Agosto de 2022

Caso ocorreu nesta terça-feira

[Mulher salta de carro para não ser estuprada por motorista de app]
Polícia

Mulher salta de carro para não ser estuprada por motorista de app

09 de Agosto de 2022

Caso aconteceu neste domingo, no Distrito Federal

[Câmera camuflada é encontrada em poste no bairro de Periperi]
Polícia

Câmera camuflada é encontrada em poste no bairro de Periperi

09 de Agosto de 2022

Equipamento era utilizado para monitorar ações policiais, diz PM

Galeria

[Prefeitura inicia 4ª etapa de requalificação do entorno do Farol de Itapuã]

Prefeitura inicia 4ª etapa de requalificação do entorno do Farol de Itapuã

24 de Março de 2022

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: clientes são surpreendidos por suspeito armado em restaurante na Pituba]

Vídeo: clientes são surpreendidos por suspeito armado em restaurante na Pituba

11 de Abril de 2022

Ver todos os vídeos