Justiça

MP recomenda aos municípios de Nova Soure e Cipó que garantam doação de sangue pela população LGBTI

21 de Setembro de 2020 às 12h10 - Por: Redação PNotícias Foto: Reprodução
[MP recomenda aos municípios de Nova Soure e Cipó que garantam doação de sangue pela população LGBTI]

Recomendações visam combater a discriminação, promover a igualdade de tratamento e diminuir o decréscimo no volume de doações sanguíneas

As secretarias de Saúde dos municípios baianos de Nova Soure e Cipó foram recomendadas pelo Ministério Público estadual a garantir o imediato acesso à realização de doação de sangue por homossexuais e toda população de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, intersexo (LGBTI) sem discriminação em razão da orientação sexual ou identidade de gênero. As recomendações, de autoria do promotor de Justiça Fábio Brito Miranda, visam combater a discriminação, promover a igualdade de tratamento e diminuir o decréscimo no volume de doações sanguíneas. Nos documentos, ele lembra da situação de pandemia da Covid-19 e do consequente nível crítico dos estoques de sangue no estado, noticiado recentemente pela Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba).

O promotor de Justiça também recomenda às secretarias e aos demais órgãos públicos ou privados responsáveis por assegurar a doação e os estoques de sangue nos municípios que sejam apresentados novos protocolos para a doação por todas as pessoas, sem discriminação em razão de sua orientação sexual ou identidade de gênero, no que concerne às pessoas LGBTI. Além disso, os municípios deverão dar ampla publicidades nos meios oficiais de comunicação sobre a possibilidade da doação de sangue por parte da população LGBTI, a fim de concretizar efetivamente o direito à igualdade. Para elaboração do documento, Fábio Miranda observou dispositivos legais e destacou que o Supremo Tribunal Federal, por maioria, julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) n°.5543 e declarou a inconstitucionalidade de dispositivos que versavam sobre a suposta inaptidão temporária para indivíduos do sexo masculino que tiveram relações sexuais com outros indivíduos do mesmo sexo para a realização de doação sanguínea nos 12 meses subsequentes a aludida prática. O STF, por intermédio do julgamento da Adin, “constatou a existência de dispositivos normativos discriminatórios injustificáveis nos citados documentos legais, os quais são capazes de estigmatizar pessoas como potencial grupo de risco apenas em virtude de sua orientação sexual, o que não há sentido em existir, restringindo-os o direito à pratica de um ato solidário como a doação sanguínea, em prol de preconceitos insustentáveis”, explica o promotor.

Comentários

Outras Notícias

[Justiça indefere candidatura de Fernando Gomes, prefeito de Itabuna, à reeleição]
Justiça

Justiça indefere candidatura de Fernando Gomes, prefeito de Itabuna, à reeleição

22 de Outubro de 2020

Em julho, gestor fez o polêmico comentário "morra quem morrer" sobre reabertura de comércio durante a pandemia

[MP-BA é contra internação de idoso acusado de matar esposa e solicita prisão domiciliar do acusado]
Justiça

MP-BA é contra internação de idoso acusado de matar esposa e solicita prisão domiciliar do acusado

22 de Outubro de 2020

Crime aconteceu em um condomínio de luxo em Alphaville

[Após afastamento de senador, Barroso retira decisão do plenário do STF]
Justiça

Após afastamento de senador, Barroso retira decisão do plenário do STF

20 de Outubro de 2020

Caso seria julgado pela Corte nesta quarta-feira

[STJ decide que importar sementes de maconha em pequena quantidade não é crime]
Justiça

STJ decide que importar sementes de maconha em pequena quantidade não é crime

19 de Outubro de 2020

Relatora do caso afirmou que a substância psicoativa encontrada na Cannabis sativa não existe na semente

[Justiça proíbe realização de comícios, carreatas e passeatas em Santo Antônio de Jesus por conta da pandemia]
Justiça

Justiça proíbe realização de comícios, carreatas e passeatas em Santo Antônio de Jesus por conta da pandemia

17 de Outubro de 2020

Partidos que descumprirem a decisão poderão ser multados em R$ 50 mil por evento

[MP-BA pede prisão preventiva de agressor que deu 11 socos em mulher em Ilhéus]
Justiça

MP-BA pede prisão preventiva de agressor que deu 11 socos em mulher em Ilhéus

16 de Outubro de 2020

Carlos Samuel já havia sido denunciado em 2015 pelo MP

Galeria

[Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT]

Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT

02 de Setembro de 2020

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: confira como deve ficar tráfego da Av. ACM a partir deste sábado (10)]

Vídeo: confira como deve ficar tráfego da Av. ACM a partir deste sábado (10)

09 de Outubro de 2020

Ver todos os vídeos