Justiça

STF: inquérito contra Weintraub sobre racismo vai para 1ª instância

24 de Junho de 2020 às 10h00 - Por: Agência Brasil Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom // Agência Brasil
[STF: inquérito contra Weintraub sobre racismo vai para 1ª instância]

Ele é investigado pelo crime de racismo contra chineses

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que, por ter sido exonerado do cargo de ministro da Educação, Abraham Weintraub deve responder na primeira instância da Justiça ao inquérito no qual é investigado pelo crime de racismo contra os chineses. 

O ministro - em despacho assinado nesta terça-feira (23) - ordenou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre onde o inquérito deve passar a tramitar, depois de Weintraub ter perdido o foro privilegiado no STF - se na primeira instância da Justiça federal ou estadual.

Apesar de ter solicitado o parecer da PGR, Celso de Mello indicou, no mesmo despacho, que, de acordo com convenção da Organização das Nações Unidas (ONU), da qual o Brasil é signatário, o crime de discriminação racial é de competência da Justiça Federal.

Após anunciar sua saída do ministério da Educação, na sexta-feira (19), Weintraub deixou o Brasil em direção aos Estados Unidos no dia seguinte.

Investigação

A abertura do inquérito foi autorizada pelo magistrado em abril, a pedido da PGR, devido a uma publicação de Weintraub numa rede social sobre os chineses e a pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, o Ministério da Educação disse que não comentaria.

O vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques, apontou a suposta violação do artigo 20 da lei que define os crimes por discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. A pena prevista é de um a três anos de prisão.

No início de abril, um post de Weintraub no Twitter questionou quem poderia sair fortalecido geopoliticamente da crise causada pela pandemia. No texto, o ex-ministro trocou o “R” pelo “L”, numa referência ao personagem Cebolinha, da Turma da Mônica, e a uma dificuldade comum dos chineses ao pronunciarem palavras em português. Uma imagem com a bandeira da China ilustrava a publicação. O post foi depois apagado.

Também no Twitter, o embaixador da China no Brasil, Wanming Yang, divulgou uma nota oficial de repúdio ao ato, que classificou de racismo contra os chineses.

Comentários

Outras Notícias

[Senado analisa sugestão popular de piso salarial para PMs]
Justiça

Senado analisa sugestão popular de piso salarial para PMs

07 de Julho de 2020

Ideia se tornou Sugestão Legislativa após alcançar 20 mil apoios

[MP requer que Justiça determine redução de 30% das mensalidades de mais 15 faculdades de Salvador]
Justiça

MP requer que Justiça determine redução de 30% das mensalidades de mais 15 faculdades de Salvador

07 de Julho de 2020

MP requer ainda que as faculdades suspendam cobrança de atividades extracurriculares

[Mãe de Miguel diz que Sarí Côrte Real mentiu e “tentou passar uma imagem sofrida” em entrevista]
Justiça

Mãe de Miguel diz que Sarí Côrte Real mentiu e “tentou passar uma imagem sofrida” em entrevista

06 de Julho de 2020

Mirtes Renata, então funcionária da primeira-dama, acredita que ela não convenceu o público

[Ministério Púbico denuncia policiais militares por tortura a adolescente em Paripe]
Justiça

Ministério Púbico denuncia policiais militares por tortura a adolescente em Paripe

06 de Julho de 2020

Caso aconteceu no dia 2 de fevereiro; PM ainda não se pronunciou

[STF solta blogueiro Oswaldo Eustáquio, mas impõe restrições]
Justiça

STF solta blogueiro Oswaldo Eustáquio, mas impõe restrições

05 de Julho de 2020

Ele está impedido de aproximar-se da Praça dos Três Poderes

[Senador José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro]
Justiça

Senador José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro

03 de Julho de 2020

Segundo a denúncia, senador recebeu vários pagamentos da Odebrecht

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”]

Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”

03 de Julho de 2020

Ver todos os vídeos