Brasil

Conta de luz deve aumentar em média 12% em todo país; Nordeste terá aumento de 17%

17 de Maio de 2022 às 07h28 - Por: Redação PNotícias Foto: Marcelo Camargo // Agência Brasil
[Conta de luz deve aumentar em média 12% em todo país; Nordeste terá aumento de 17%]

Previsão é da empresa privada TR Soluções

A população brasileira deve se preparar para mais um aumento na tarifa da energia elétrica este ano. Em 2021, os aumentos chegaram a mais de 20% em alguns estados, dependendo da distribuidora, a previsão é que em média no país o reajuste chegue a 12%.

Leia também:

Vitória terá mudanças entre titulares para partida contra Botafogo-PB pela Série C

Zoológico de Salvador pode cobrar ingresso após concessão

Termo de colaboração para gestão do Centro LGBT da Bahia é assinado pela SJDHDS e IBCM

A TR Soluções - empresa de tecnologia especializada em tarifas de energia, foi quem realizou essa previsão. Porém, a empresa não calculou os impactos dos impostos (que variam de estado para estado), nem a bandeira tarifária, que aumentam ainda mais o valor da conta a ser paga pelo consumidor.

De acordo com a TR Soluções, a maior alta será na região Nordeste com 17%; o Norte terá acréscimo de 10%; o Centro-Oeste terá reajuste de 9,5%; o Sudeste com 13% e o Sul com 3% terá baixa quando comparado com o ano anterior.

Porém, de acordo com o engenheiro elétrico da Eletrobras Ikaro Chaves, por não levar em consideração os demais encargos e a utilização das hidrelétricas e termoelétricas esses números podem ser menores ou maiores.

Ainda segundo ele, o alto valor pago pelos consumidores têm mais a ver com a política equivocada para o setor que o governo federal vem usando. Ikaro ressalta que uma das maiores responsáveis pelo reajuste nas contas de energia é a Política de Preços Internacionais (PPI), da Petrobras, que cobra em dólar pelos combustíveis que são usados pelas usinas termoelétricas, responsáveis por parte do abastecimento nas regiões mais distantes dos grandes centros.

“Quem ganha são as termoelétricas que funcionam como back-up caso os reservatórios estejam em baixa e são pagas para não produzir. No entanto, ao serem utilizadas, os donos ganham muito mais”, diz o engenheiro elétrico.

Os frequentes reajustes nos preços da energia elétrica estão levando alguns parlamentares a apresentar projetos para forçar a redução nesses valores. Mas, segundo Ikaro, os que foram apresentados agora têm caráter eleitoreiro e não solucionam a questão.

“O problema é estrutural, não mexe na raiz, como o projeto de transferir pro orçamento da União os custos com a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Ora, isso vai fazer com que o consumidor pobre pague pelo que o rico consome de energia, que normalmente é muito que uma família com menos recursos, que tem menos equipamentos elétricos”, diz Ikaro.
 

Ainda conforme o engenheiro, a boa parte da CDE se dirige a estados da região Norte como Amazonas, Rondônia e Acre. “Isso faria a população do Norte pagar 20 vezes mais do que a de São Paulo. Não se pode fazer o pobre pagar pela conta do rico que consome muito mais”, acrescenta o engenheiro.

Os subsídios incluídos na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), são pagos mensalmente pelos consumidores em suas contas de luz. Entre eles estão os subsídios para população de baixa renda; a geração de energia e sistemas isolados do norte do país; a geração de energia a carvão mineral e investimentos em eletrificação rural. O projeto que encaminha a Conta de Desenvolvimento Energético é do deputado Paulo Ganime (Novo-RJ).


Siga o PNotícias no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Comentários

Outras Notícias

[Falta alimento na mesa de 1 em cada 4 lares brasileiros, diz Datafolha]
Brasil

Falta alimento na mesa de 1 em cada 4 lares brasileiros, diz Datafolha

28 de Junho de 2022

Segundo pesquisa feita pelo Datafolha, para 26% dos entrevistados, a comida disponível nos últimos meses não era suficiente

[Amigos e familiares se despedem do indigenista Bruno Pereira]
Brasil

Amigos e familiares se despedem do indigenista Bruno Pereira

24 de Junho de 2022

Cremação de Bruno será realizada na tarde desta sexta-feira no Cemitério Morada da Paz, na Grande Recife

[Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada]
Brasil

Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada

22 de Junho de 2022

Redução pode chegar a 99% do valor, dependendo do caso

[Após caso de agressão, advogada questiona tratamento à violência contra mulher]
Brasil

Após caso de agressão, advogada questiona tratamento à violência contra mulher

22 de Junho de 2022

Autor do crime, foi liberado pela polícia por "não haver uma situação de flagrante" para justificar a prisão

[Amazônia registra recirde de desmatamento nos primeiros cinco meses de 2022]
Brasil

Amazônia registra recirde de desmatamento nos primeiros cinco meses de 2022

20 de Junho de 2022

Área desmatada é a maior em 15 anos

[Empregos para comunidade LGBTQIA+ começam a se abrir]
Brasil

Empregos para comunidade LGBTQIA+ começam a se abrir

19 de Junho de 2022

Dados são da Associação Brasileira de Recursos Humanos

Galeria

[Prefeitura inicia 4ª etapa de requalificação do entorno do Farol de Itapuã]

Prefeitura inicia 4ª etapa de requalificação do entorno do Farol de Itapuã

24 de Março de 2022

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: clientes são surpreendidos por suspeito armado em restaurante na Pituba]

Vídeo: clientes são surpreendidos por suspeito armado em restaurante na Pituba

11 de Abril de 2022

Ver todos os vídeos