Artigos

O médico-veterinário também cuida de você

09 de Setembro de 2020 às 13h47 - Por: Redação PNotícias (@portalpnoticias) Foto: Divulgação
[O médico-veterinário também cuida de você]

Altair Santana de Oliveira, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia, fala sobre a garantia de saúde para a humanidade

O mês de setembro sempre foi considerado pelo Sistema CFMV/CRMVs como o mês do médico-veterinário. Isso tem a ver com o acontecido em 1933, quando o Presidente Getúlio Vargas assinou o Decreto Lei 23.133, que regularizou a profissão e o ensino da Medicina Veterinária no país, por essa importante conquista, passamos a comemorar esta data como o nosso dia. Neste ano, decidimos comemorar com uma campanha, que adotou o seguinte slogan “O médico veterinário também cuida de você”.

Como fomos felizes ao adotar essa frase. Ela é muito verdadeira, porque exprime efetivamente o papel do médico-veterinário, pois cuidamos de você. Sabe como?

A maioria das pessoas acredita que veterinário é o médico de cachorro e gato e, é verdade. Também somos e a clínica de pets é muito importante. Mas somos muito mais que isso e, neste artigo, gostaria de mergulhar você um pouco no mundo da Medicina Veterinária que cuida da saúde pública. Pois é, da saúde humana. Mas ao falar disso alertamos que não significa que estamos invadindo a seara dos médicos, não é nada disso. Respeitamos muito a linda profissão médica e todas as suas amplas áreas de atuação. Além disso, a nossa área de atuação também já é grande o bastante e já nos satisfaz.

Dito isso, eu gostaria de fazer uma afirmação inquietante e que acho importante: todas áreas de atuação da Medicina Veterinária têm como objetivo final a preservação da saúde humana, sabiam disso?

Amamos os animais e trabalhamos para garantir a saúde e o bem-estar deles, mas sempre tendo o objetivo de evitar que na relação de convivência com o seu animal de estimação ou no consumo de alimentos de origem animal, o homem adoeça com alguma zoonose (doença transmitida pelo animal ao homem e vice-versa) ou com alguma doença transmitida por alimentos, as DTAs.

Pois é, seja o professor na faculdade ou os profissionais atuando em qualquer área, o objetivo final é cuidar da humanidade. Louis Pasteur, um grande cientista Francês uma vez disse “a Medicina cura o homem, a Medicina Veterinária cura a humanidade”, nada mais justo, pois ao estudarmos nas Universidades, nossos professores sempre nos mergulharam em um mundo dominado pela epidemiologia e pela Medicina Preventiva, pela microbiologia, parasitologia, imunologia, toxicologia, clínica, anestesiologia, radiologia, cirurgia, inspeção de produtos de origem animal, nutrição, dentre tantas outras.

Vejam bem, aprendemos em todas as disciplinas a cuidar da saúde animal e a curar as doenças animais, para devolver a eles o conforto da saúde e o bem-estar animal, mas sempre pensando que com isso estamos preservando a saúde do seu tutor e dos seus familiares. Ao cuidar da saúde animal, não apenas de cães e gatos, mas de todos os animais, até mesmo os selvagens, silvestres e exóticos, zelamos pela saúde de quem convive com eles e de quem consome os produtos animais.

Na verdade, estamos falando de algo conhecido internacionalmente como One Health – Saúde Única. Sabe o que é isso? É o reconhecimento moderno de que ao falarmos em saúde, temos que entendê-la como sendo algo que interliga de maneira indissociável a Saúde Animal, a Saúde Humana e a Saúde Ambiental. Pois é, no mundo globalizado de doenças globalizadas, precisamos cuidar da saúde pública, da saúde coletiva, considerando que existe um equilíbrio que se fosse respeitado haveria saúde generalizada, mas se desrespeitada haveria uma desarmonia capaz de adoecer a humanidade.

Quer um exemplo desta assertiva? Vejam o que acontece todos os anos com as arboviroses, doenças provocadas por arbovírus, tipo dengue, chikungunya e zika. Ao desequilibrarmos o meio ambiente invadindo as florestas, contaminando as águas, permitindo a extinção de animais, ou matando animais importantes para o equilíbrio ambiental, sem se dar conta disso, ao asfaltarmos e cimentarmos a terra, ao desmatarmos as florestas, ao contaminarmos as águas, ao aumentarmos a temperatura do planeta com combustíveis fósseis e a queima das florestas, quando temos hábitos de comer animais estranhos a nossa dieta (selvagens, silvestres, exóticos), todo esse conjunto práticas causam desequilíbrios ambientais. Com isso promovemos o aparecimento de doenças novas, as chamadas doenças emergentes, ou de doenças antigas, as chamadas doenças reemergentes.

Eu não esqueci das arboviroses. O desequilíbrio leva à proliferação de insetos, como o mosquito, pois muitos animais que faziam o controle natural, comendo-os, estão desaparecendo, e os mosquitos são excelentes vetores para os vírus que querem invadir a nossa corrente sanguínea para se multiplicar e ao alcançá-la nos adoece. Não temos como combater essas viroses apenas em clínicas e hospitais. Precisamos combatê-las no meio ambiente. Logo, ambiente-animal-homem precisam ser tratados em conjunto, de forma inseparável, para atingirmos os efeitos desejados, que é o controle ou a erradicação. É isso que a OMS está nos dizendo, a saúde é única, precisa ser vista desta forma, senão nada do que fizermos dará o resultado esperado de protegermos a população humana e animal.

O médico-veterinário é assim, sempre cuidou da saúde dos animais domésticos de convivência familiar, da saúde dos animais de produção alimentar e da qualidade e inocuidade dos produtos de origem animal. Garantindo a saúde animal e a qualidade e inocuidade dos alimentos e do ambiente, o homem terá a sua saúde garantida, isso é SAÚDE ÚNICA.

É por isso que cuidamos da saúde da humanidade. Sendo assim somos Médicos Preventivos, protegemos a saúde pública e trabalhamos muito controlando o equilíbrio ambiental, prevenimos, controlamos e erradicamos doenças com forte trabalho epidemiológico, com o uso do manejo adequado das populações animais, com controle imunológico com o uso de vacinas e medicamentos, buscando a alimentação mais adequada para garantir a maior e melhor produção de carnes, leite, ovos, mel, pescado e seus derivados.

Ninguém toma um café da manhã sem consumir produtos que passaram pelo controle da inspeção sanitária executada por médicos-veterinários. Você sabia disso? Que o leite, a manteiga, o iogurte, o mel, o presunto, o bacon, o hamburguer e tantos outros produtos, são inspecionados e fiscalizados por médicos-veterinários espalhados por este país, nas indústrias, garantindo qualidade e inocuidade e evitando que você tenha uma toxiinfecção alimentar e zoonoses?

As zoonoses são as maiores causas de doenças na humanidade. Elas são responsáveis por 62% das doenças existentes e são 75% das doenças emergentes. A Covid-19 é uma zoonose, pois a teoria mais aceita é que o hábito do consumo de morcegos como alimento pelos chineses, provocou a contaminação humana e a pandemia que enfrentamos hoje.

Desde de 1998, o Ministério da Saúde reconheceu o importante papel do médico-veterinário na saúde pública. A partir daí, o Conselho Nacional de Saúde nos incluiu na lista de profissionais da saúde pública. No combate a pandemia do novo coronavírus, os veterinários foram convocados pelo Ministério da Saúde a participarem de um treinamento e a compor a lista reserva para o enfrentamento à Covid-19.

Por isso, quando o Ministério da Saúde nomeou um médico veterinário (com 31 anos de exercício em saúde pública na Secretaria de Saúde do Distrito Federal) para assumir o Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis e isso causou muita polêmica, críticas e declarações jocosas de políticos, personalidades e profissionais da imprensa, percebemos quanto há de desconhecimento sobre nossa profissão, que esperamos, tenhamos trazido luz a tanta escuridão neste artigo.

Neste momento, médicos-veterinários estão espalhados pelo país e pelo mundo, nas Universidades, nos laboratórios, nas indústrias, nos órgãos públicos, nas casas legislativas, nos consultórios, clínicas, hospitais, em zoológicos, nas fazendas de produção, nas florestas, em sua casa, nos mais diversos rincões, garantindo a saúde ambiental, a saúde humana e a saúde animal. Estão por aí produzindo vacinas, medicamentos, soros, fazendo descobertas que poderão mudar a sua vida, salvar a sua família e amigos, produzindo e gerando riquezas, criando emprego e renda, protegendo a fauna e as florestas, melhorando o planeta e... salvando a humanidade.

É o médico veterinário cuidando de você!

Comentários

Outras Notícias

[Artigo: a peste]
Artigos

Artigo: a peste

16 de Setembro de 2020

Lamentável perceber, que duas décadas depois a AIDS ainda encontra quem a rotule como doença maligna

[Artigo: autoteste ]
Artigos

Artigo: autoteste

09 de Setembro de 2020

Saiba importância de realizar autoteste do HIV

[Covid, crianças e internet]
Artigos

Covid, crianças e internet

02 de Setembro de 2020

Padre Alfredo, defensor dos direitos humanos, chama atenção para exposição e invasão de privacidade

[Médico baiano relata os desafios da profissão em tempos de pandemia]
Artigos

Médico baiano relata os desafios da profissão em tempos de pandemia

13 de Abril de 2020

Risco maior de ser infectado aumenta o estresse e o medo na rotina dos profissionais da Saúde

[Eleição unificada é um grande retrocesso social, afirma especialista]
Artigos

Eleição unificada é um grande retrocesso social, afirma especialista

03 de Abril de 2020

“A realização de eleições unificadas inviabilizaria completamente os trabalhos operacionais e judiciais da Justiça Eleitoral”

[Para além das boas intenções: sobre plantação de eucaliptos e uma decisão do TJ-BA]
Artigos

Para além das boas intenções: sobre plantação de eucaliptos e uma decisão do TJ-BA

16 de Outubro de 2019

"Um bom exemplo é o julgamento recente do Tribunal de Justiça da Bahia a propósito da constitucionalidade de uma lei municipal de Teixeira de Freitas"

Galeria

[Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT]

Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT

02 de Setembro de 2020

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: acusado de assassinar William Oliveira, Iuri Sheik explica afirmação de que não estaria arrependido e manda recado para jovens]

Vídeo: acusado de assassinar William Oliveira, Iuri Sheik explica afirmação de que não estari...

21 de Setembro de 2020

Ver todos os vídeos