Artigos

Artigo: autoteste

09 de Setembro de 2020 às 07h27 - Por: Padre Alfredo Dórea * Foto: Reprodução
[Artigo: autoteste ]

Saiba importância de realizar autoteste do HIV

O único modo de alguém saber se vive com o vírus do HIV é fazer o teste. Muitas pessoas ficam nervosas somente com a idéia de realizar o teste, mas os benefícios de fazê-lo são infinitamente maiores do que todos os motivos para não o fazer.

Ter uma rotina de realizar periodicamente o teste de HIV é um habito saudável e recomendável a todas as pessoas sexualmente ativas. Tal prática lhes dará serenidade e segurança nas suas relações.

Em julho de 2012 o FDA (Food and Drug Administration) aprova o teste rápido de fluido oral; ele possibilita a própria pessoa realize o seu teste e saiba, em 20 minutos, da sua sorologia. Já em 2017 o teste rápido chega às farmácias no Brasil
Na rede SUS os testes para diagnóstico do HIV são oferecidos gratuitamente. 

Estão disponíveis os exames laboratoriais e os testes rápidos. Estes últimos são igualmente seguros, práticos e de fácil execução; podendo ser realizados sigilosamente através de amostras de sangue ou do fluido oral.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o autoteste é aquele no qual a pessoa coleta sua própria amostra (fluido oral ou sangue), realiza um teste e interpreta o resultado. Este modo de testar expressa um largo passo frente aos esforços em vista a aumentar a autonomia dos indivíduos, descentralizar os serviços e oferecer modo seguro e sigiloso de auto-conhecer a própria sorologia, sobretudo para grupos mais expostos a contrair o HIV.

O autoteste não detecta o vírus, mas sim os anticorpos, ou seja, a reação do corpo ao HIV. Deste modo o autoteste, não deve ser realizado durante a janela imunológica, sob pena de apresentar resultados negativos (não reagentes), em para pessoas que estejam já vivendo com o vírus do HIV.

A janela imunológica entende-se como o período entre a infecção e a produção de anticorpos contra o HIV pelo organismo afetado. Normalmente, esse prazo é de 30 dias após a exposição.

Se você fez sexo com penetração sem uso da camisinha (interna ou externa), compartilhou objetos perfuro cortantes, como agulhas, com parceiros ou parceiras dos quais não conhece se têm ou não o vírus, você pode ter se exposto a uma situação de risco de infecção. Até 72hs após tal ocorrência você tem o direito de fazer a Profilaxia Pós Exposição (PEP), oferecida gratuitamente nas unidades de saúde.

Já o autoteste, que indicará se a pessoa está ou não com o vírus, deverá ser realizado 30 dias após a exposição. Durante esse período (janela imunológica), é necessário proteger-se com o uso de preservativos.

Quanto antes souber da sua sorologia, o indivíduo pode começar o tratamento e evitar a evolução para a doença. Evita-se assim o adoecimento, garantindo à pessoa qualidade de vida. O Sistema Único de Saúde (SUS), no Brasil, garante a todas as pessoas diagnosticadas com HIV, tratamento gratuito e este traz vários benefícios: diminui as complicações relacionadas às infecções pelo HIV, reduz  a transmissão do vírus, melhora a qualidade de vida da pessoa e diminui a mortalidade. Pessoa vivendo com o HIV, em tratamento regular, com os medicamentos antirretrovirais, pode alcançar “carga viral indetectável”. Pessoas com este perfil têm uma possibilidade insignificante de transmitir o vírus para outra pessoa em relações sexuais desprotegidas.

A ciência ainda não alcançou mecanismo de cura para o HIV, mas se a infecção for diagnosticada precocemente, o tratamento com antirretrovirais, disponibilizados gratuitamente, oferecem uma expectativa de vida semelhante aquela da população em geral.
Fazer o teste é fundamental porque através de um diagnóstico precoce é possível, para resultado negativo, tranqüilizar-se e em caso de resultado reagente, iniciar o tratamento adequado e viver em paz e segurança consigo e em suas relações.

Locais de distribuição gratuita dos autotestes de HIV em Salvador:
 IBCM - Rua Santa Clara do Desterro, 85 – Nazaré – tel. 34509750
 GAPA - Rua dos Santos, 45 - Santo Antônio Além do Carmo - 3241-3831
 Casarão da Diversidade - Rua do Tijolo, nº 08, Pelourinho
SAE Liberdade (36114180), Marymar (36116560) Novaes e São Francisco (36112982)
 
* Padre Alfredo Dórea é arcebispo da Igreja Anglicana Tradicional do Brasil. Graduado em filosofia e teologia. Mestre pela Universidade Gregoriana de Roma. Atua no diálogo interreligioso, combate às violências, discriminações e preconceitos, defesa dos direitos humanos e das pessoas mais vulneráveis e empobrecidas, sobretudo as que vivem com o HIV/AIDS.

Comentários

Outras Notícias

[Artigo: no luto lutamos]
Artigos

Artigo: no luto lutamos

23 de Setembro de 2020

Garantir vida, saúde, tratamento e promover a aprendizagem de forma remota eram algo nunca imaginado

[Artigo: a peste]
Artigos

Artigo: a peste

16 de Setembro de 2020

Lamentável perceber, que duas décadas depois a AIDS ainda encontra quem a rotule como doença maligna

[O médico-veterinário também cuida de você]
Artigos

O médico-veterinário também cuida de você

09 de Setembro de 2020

Altair Santana de Oliveira, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia, fala sobre a garantia de saúde para a humanidade

[Covid, crianças e internet]
Artigos

Covid, crianças e internet

02 de Setembro de 2020

Padre Alfredo, defensor dos direitos humanos, chama atenção para exposição e invasão de privacidade

[Médico baiano relata os desafios da profissão em tempos de pandemia]
Artigos

Médico baiano relata os desafios da profissão em tempos de pandemia

13 de Abril de 2020

Risco maior de ser infectado aumenta o estresse e o medo na rotina dos profissionais da Saúde

[Eleição unificada é um grande retrocesso social, afirma especialista]
Artigos

Eleição unificada é um grande retrocesso social, afirma especialista

03 de Abril de 2020

“A realização de eleições unificadas inviabilizaria completamente os trabalhos operacionais e judiciais da Justiça Eleitoral”

Galeria

[Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT]

Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT

02 de Setembro de 2020

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: manifestantes pedem respeito à diversidade durante “Ocupação do shortinho” no Big Bompreço]

Vídeo: manifestantes pedem respeito à diversidade durante “Ocupação do shortinho” no Big Bomp...

25 de Setembro de 2020

Ver todos os vídeos